Instalando PHP 7.3, Apache e MySQL no Linux Mint

Olá, neste post irei mostrar passo a passo para configurar um ambiente de desenvolvimento Web no Linux Mint, com PHP 7.3, Apache 2.4 e MySQL 5.7.
Tudo isso sem sair do nosso simples e poderoso terminal.

O post é focado na distro Linux Mint 19.1, mas claro, deve funcionar em qualquer distro baseada no Debian, como Ubuntu, Deepin, Elementary OS, Kali, etc.

Antes de começar, não esqueça de sempre atualizar o índice dos seus repositórios:

apt update

Agora sim, estamos prontos para começar.
Vamos lá?

Apache

apt install apache2 -y

Lembrando que a opção “-y” avisa para o apt que iremos responder “Yes” para qualquer pergunta relacionada a instalação do nosso pacote. No caso do Apache, estamos falando ao apt para permitir a instalação de todas as dependências necessárias.

Após concluir a instalação, para testarmos se o serviço do Apache já está rodando, basta abrirmos o navegador e acessar “localhost”. Se tudo estiver ok, você verá esta tela:

Tela padrão do Apache

O diretório dos seus projetos dentro do Apache, o famoso “htdocs” se você estiver vindo do Windows, fica em “/var/www/html/”.

Dica: caso precise reiniciar o serviço do Apache por alguma razão, o comando é o seguinte:

service apache2 restart

Já temos o nosso servidor, o primeiro passo foi dado.

PHP 7.3

Primeiramente precisamos adicionar o repositório do Ondřej Surý, que irá permitir a instalação de todas as versões do PHP, incluindo as mais recentes. Logo em seguida, iremos novamente atualizar os índices de nossos repositórios.

add-apt-repository ppa:ondrej/php -y && apt update

Agora sim, temos todas as versões do PHP disponíveis.

apt install php7.3 -y

A instalação irá demorar um pouco mais que a instalação do Apache, porém mesmo assim será rápida. Após, para testar se o PHP foi instalado com sucesso, basta digitar este comando:

php -v

Você deverá ver algo semelhante a isto:

Verificando a versão do PHP no Linux Mint

MySQL 5.7

Já concluímos a instalação do Apache e do PHP, agora é a vez do nosso banco de dados MySQL.
Mais uma vez, o processo é extremamente simples.

apt install mysql-server-5.7 -y

MySQL instalado. Agora vamos instalar a extensão PHP que habilita conexão com o banco.

apt install php7.3-mysql && service apache2 restart

Repare que logo após a instalação, reiniciamos o nosso serviço Apache, para carregar a nova extensão instalada.

No Linux, a partir da versão do MySQL 5.7, o usuário root utiliza o método auth_socket para login, ou seja, você não conseguirá utilizar o usuário root + senha em suas aplicações. Então vamos criar o nosso usuário, para utilizar em nossos projetos e em softwares como o Dbeaver.
Vamos primeiramente conectar ao MySQL.

mysql
Usuário conectado ao MySQL

Feito isso, iremos então criar o nosso usuário. Neste exemplo, vamos criar o usuário “mysql_mint” com a senha “qweasdzxc”.

CREATE USER 'mysql_mint'@'localhost' IDENTIFIED BY 'qweasdzxc';

Logo após, vamos então dar permissão total ao nosso usuário, para podermos utilizar ele para criar bancos, tabelas e todas as demais operações.

GRANT ALL PRIVILEGES ON * . * TO 'mysql_mint'@'localhost';

Concluído com sucesso, agora vamos testar. Primeiramente, vamos desconectar do MySQL, pois estamos atualmente conectados com o usuário root.

exit

Agora vamos conectar novamente, desta vez utilizando o usuário que criamos.

mysql -u mysql_mint -p

Logo após será solicitado a senha do usuário, pois deixamos o parâmetro -p em branco, lembrando que não é uma prática segura deixar suas senhas expostas na linha de comando.
Informe a senha e aperte “enter”.

Se você seguiu todos os passos corretamente, agora você estará conectado com o seu usuário, e não com o usuário “root”.

Conectado ao MySQL com o nosso usuário “mysql_mint”

Pronto, agora temos o nosso ambiente de desenvolvimento web configurado. Apache 2.4, Php 7.3 e MySQL 5.7 esperando seus projetos.
Caso tenha ficado alguma dúvida no processo de instalação de algum dos componentes, por favor me procure deixando um comentário ou então através de minhas redes sociais.

Bônus
Algumas configurações que realizo logo após a instalação do ambiente.

Habilitando funções Multibyte no PHP. (São todas aquelas funções com o prefixo mb_ , acesse esse link para mais informações).

apt install php7.3-mbstring -y && service apache2 restart

Habilitando mod_rewrite do Apache, permitindo aquelas lindas Url Amigáveis (por favor, nada de ?id=1).

a2enmod rewrite && service apache2 restart

Habilitando que os arquivos .htaccess personalizem configurações de execução do Apache em cada projeto:
Edite o arquivo “/etc/apache2/apache2.conf”, altere a linha “AllowOverride None” (dentro de “<Directory /var/www/>”) para:

AllowOverride All

Não esqueça de reiniciar o Apache.
Agora sim, tudo pronto.

Espero que esse breve tutorial te ajude a se sentir mais confortável em migrar de vez para desenvolvimento web em Linux.

Qualquer dúvida, é só me chamar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo